Carros antigos precisam pagar o seguro DPVAT?

O DPVAT é o seguro obrigatório para veículos e precisa ser cumprido por todo proprietário. Em algumas situações, esta taxa pode não ser cobrada e é preciso saber se o sue carro se encaixa na categoria. Por exemplo, carros antigos precisam pagar o seguro DPVAT? Para esclarecer essa dúvida e entender melhor o funcionamento do seguro, leia o texto a seguir e fique por dentro de tudo:

O que é o DPVAT?

O DPVAT é o seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre. Esta taxa proporciona o reembolso e a indenização em caso de acidente de trânsito.

O valor a pagar é consideravelmente inferior a maioria dos seguros particulares. Além disso, o DPVAT é um seguro que não busca um culpado para o acidente de trânsito.

Por não depender de causador, o DPVAT permite que todas as pessoas envolvidas em um situação de acidente de trânsito sejam beneficiados. Ou seja, os motoristas, os passageiros e os pedestres que sofrerem com o ocorrido podem ser indenizados.

Quem é isento?

O pagamento da taxa do DPVAT é obrigatório e pode ser realizado junto com o pagamento do IPVA ou de maneira separada. Os veículos antigos fazem parte dos requisitos para a isenção IPVA.

No caso do DPVAT fica livre do pagamento carros classificados como reboque ou semi reboque. Vale lembrar que o valor do seguro é consideravelmente inferior ao pagamento do IPVA.

O Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores é o imposto mais caro para proprietários de veículos. Ele é cobrado a partir do modelo do seu veículo e pode variar também de um estado para outro. Nas regiões em que  custo de vida é mais caro, o valor do IPVA sobre.

Como dar entrada no DPVAT?

Se você é isento do IPVA ainda poderá solicitar o DPVAT, de qualquer maneira. Caso venha a se envolver em um acidente de trânsito, precisará dar entrada no seguro.

Para realizar o procedimento, será necessário emitir um boletim de ocorrência, devidamente registrado. Além deste documento, é preciso ter em mãos a autorização para o pagamento do seguro. Você encontrará o modelo do documento no site oficial do DPVAT.

Também e preciso ter os documentos da vítima em mãos. Você deve acompanhar a sua situação pelo site ou através do SAC. O benefício será liberado em até 30 dias e dependendo da categoria do seu envolvimento no acidente, você pode receber até R$ 13,500